As ações estão baratas, mas o que de fato vale a pena comprar?

São Paulo — Tem sido cada vez mais comum ver a tela de negociações de ações pintada de vermelho de cima a baixo. Com as ações em queda por causa da pandemia de coronavírus, os investidores que aguentam a alta octanagem da bolsa estão à procura de papéis para comprar. Mas como separar o joio do trigo — ou, no jargão do mercado, o touro do mico? 

A pedido da EXAME, a Ativa Investimentos listou 16 papéis que estão “baratos” em relação ao que as empresas realmente valem considerando a soma de seu patrimônio. O levantamento leva em conta o Índice Preço Lucro (P/E ratio ou P/L), que mostra quanto os investidores estão dispostos a pagar pelo lucro obtido no período anterior, e o P/E (preço/valor patrimonial), que indica que as empresas são negociadas atualmente em patamares abaixo do valor patrimonial. Confira as escolhas da Ativa:

Empresa Ticker da ação Dividend yield em 12 meses Preço sobre o valor patrimonial Preço sobre o lucro Preço (em reais)
Telefônica Vivo VIVT4 4,676204205 16,49782181 48,21
Petrobras PETR4 5,945495129 0,557005048 5,399916649 12,66
Gerdau GGBR4 1,65484643 0,659263849 14,74491692 10,12
Vale VALE3 3,471684456 1,075006366 34,79
EDP ENBR3 2,422461033 1,10898757 7,67895937 16,43
Cyrela CYRE3 7,493395805 1,431773424 16,64194679 18,64
TIM TIMP3 2,619385719 1,516263604 9,387,507,439 13,21
Pão de Açúcar PCAR3 1,29612267 1,527282834 37,3560524 55,4
Itaú Unibanco ITUB4 7,684982777 1,63138628 8,2554636 24,36
Iguatemi IGTA3 2,082050085 2,109467983 20,30978394 34,6
Equatorial EQTL3 0,887850463 2,792712688 11,61582661 20,4
YUDS YDUQ3 1,204681516 3,373766899 17,79866028 35,32
Engie EGIE3 3,584755182 4,775317669 14,43049717 41,02
Lojas Americanas LAME4 0,841264009 5,438070297 40,11592484 18,96
Lojas Renner LREN3 1,166042924 6,616902351 28,15320396 42,69
Raia Drogasil RADL3 0,557919085 8,249987602 42,9791069 101,54

 

Itaú Unibanco (ITUB4): é nosso papel preferido no setor bancário, principalmente por causa de seu robusto resultado gerencial. Apesar de ter uma carteira de crédito já consolidada, o banco continua sua expansão nos segmentos pessoa física e pessoa jurídica. Mesmo após trimestres decepcionantes, o banco poderia retomar seu rumo com a melhora dos indicadores macroeconômicos. Aos poucos, o banco mostra o valor incutido do maior ROE do setor. Sendo assim, acreditamos que, mesmo com a recente queda nos múltiplos de precificação, a companhia seja capaz de sustentar a posição de carro-chefe no setor e superar as ameaças atuais como as fintechs e a agenda BC#.

Vale (VALE3): prevemos maiores dificuldades no primeiro trimestre dado o coronavírus e o nível pluviométrico nacional, que já prejudicou suas operações em Minas Gerais e no Espírito Santo. O último resultado veio mais fraco do que o esperado devido aos maiores provisionamentos referentes a Brumadinho, mas acreditamos na capacidade de recriação de fluxo de caixa da companhia e acreditamos que o fato de a companhia obter um portfólio cada vez mais premium possa ajudá-la na recuperação.

Petrobras (PETR4): gostamos da política de desinvestimentos e esperamos que mais ativos non core [não essenciais] possam ser colocados à disposição de outros players. Observamos com cautela a manutenção da alavancagem em 2,46 vezes o Ebitda, o aumento da relevância do mercado chinês no mix e os possíveis desdobramentos desta relação para 2020, especialmente no primeiro trimestre. Mesmo diante de tais riscos de cauda e de múltiplos ainda mais frágeis do que de seus concorrentes, gostamos do comprometimento em atingir os objetivos traçados para o período de 2020 a 2024. Mesmo assumindo que o preço atual do barril de petróleo do tipo Brent é danoso e que não há possibilidade de aumentar a produção no momento, acreditamos que estamos no auge das tensões referentes à commodity e que a queda do preço perderá força no médio prazo, convergindo ao mínimo de 42 a 45 dólares. Trata-se de um exemplos de investimento de médio a longo prazo que está muito barato.

Lojas Renner (LREN3): a companhia é destaque entre os pares do varejo, mostrando capacidade de precificação de produtos, marca e disposição geográfica. A empresa vivencia um forte período de expansão e passa por um longo processo de desalavancagem, reflexo de estratégias assertivas e boa governança. Também vemos com bons olhos o processo de transformação digital em que se insere, destacando-se no pujante e-commerce. A queda atual das ações desinflou seus múltiplos, e a companhia tem excelentes fundamentos, o que nos faz acreditar que possa ser um bom vetor de captura no novo cenário econômico nacional.

Raia Drogasil (RADL3): contando com uma gestão de excelência, é uma companhia pautada pelo aumento do número de lojas e de fatia de mercado. Tem investido na estratégia digital e no programa de fidelidade, além de ter feito de maneira bem-sucedida a incorporação da Onofre.

Grupo Pão de Açúcar (PCAR4): a maior varejista de alimentos do país vem ampliando sua disposição geográfica e fortalecendo suas bandeiras, principalmente do Atacarejo, que segue reportando bons resultados e conquistando fatias de mercado. Ademais, a inserção da companhia no Novo Mercado, aprovada em fevereiro, agrega sensível melhora aos processos internos e confiança aos investidores. O processo de transformação digital também é bem-visto. Mais investimentos no e-commerce alimentar podem trazer ganhos de margens e mercado. Portanto, mesmo a companhia não performando tão bem quanto poderia no trimestre, percebemos a reunião de sólidas condições que podem, tão logo, proporcionar alta na cotação do ativo.

Telefônica (VIVT4): por meio da marca Vivo, a operadora está bem posicionada para se adaptar às novas dinâmicas do setor. Sua boa capacidade de geração de fluxo de caixa permite à empresa realizar os investimentos necessários em fibra óptica e 4/4,5G, que serão os principais geradores de receita no futuro. Além disso, sua fatia de mercado e consolidação da marca possibilitam praticar preços maiores do que de seus concorrentes. Por isso, acreditamos que, com a flexibilização da Lei de Telecomunicações e os ganhos de eficiência gerados pelos investimentos em tecnologia, a empresa alcançará patamares ainda melhores no futuro. Acreditamos que seu interesse na rede móvel da Oi é benéfico para ambas as empresas.

Equatorial (EQTL3): encontra-se em um patamar saudável para a remuneração de suas linhas, que, se otimizadas em custo, podem garantir retornos ainda maiores. O desconto atual criou oportunidade para nova entrada.

Lojas Americanas (LAME4): esperamos uma recuperação do varejo frente aos fracos números apresentados e acreditamos que a empresa se beneficie desse movimento. Ademais, esperamos que continue evoluindo sobretudo no segmento online. Gostamos também dos movimentos de integração do online com o offline.

TIM (TIMP3): a aprovação da Lei das Telecomunicações dará flexibilidade às operadoras para investir em negócios mais rentáveis, como cobertura 4G e banda larga, segmentos que a TIM concentra sua operação. Pela sua saúde financeira, bom fluxo de caixa e constantes ganhos de eficiência operacional, acreditamos que a empresa ainda tem bom potencial de valorização futura. Achamos pertinente seu interesse em Oi e acreditamos que a companhia tem boas chances de avançar na costura do acordo.

Engie (EGIE3): com 60 usinas, 11 hidrelétricas, quatro termelétricas e 45 unidades complementares, a Engie representa 6,6% da capacidade instalada do país. A empresa tem obtido empréstimos por causa do momento de expansão, no entanto, achamos que os investimentos fazem sentido e que a dependência de energia hidrelétrica diminuirá. A queda atual aliviou seus múltiplos.

YDUQS (YDUQ3): a contração do Fies vem fazendo com que a YDUQS perca volume na base presencial de alunos nos últimos trimestres. Ainda assim, a estratégia da companhia é clara: crescer por meio de aquisições, aumento da base EAD e expansão dos polos de medicina. Esta última, inclusive, é fundamental para que a companhia consiga crescer em tíquete médio no longo prazo. Além disso, a empresa se destaca pela sua saúde financeira, boa geração de caixa e política eficiente de fidelidade. Em um cenário de instabilidade econômica, com taxa de desemprego e endividamento das famílias ainda em patamares elevados, o desafio certamente não será fácil. Contudo, acreditamos na gestão da empresa e o pior já ficou para trás.

Gerdau (GGBR4): esse ciclo se arrefeceu e espera-se para este ano uma velocidade maior nas vendas de unidades do que propriamente na produção. Assim, para se adequar ao movimento, a companhia reduziu o capital de giro, diminuindo também estoques e níveis de produção no quarto trimestre do ano passado. Mesmo com a menor dinamicidade de seu setor principal, gostamos da exposição nos Estados Unidos e da governança da empresa, mais envolta a praticas ESG do que seus concorrentes. Atualmente, a Gerdau é nossa preferida do setor, e a queda atual dos parâmetros também corrobora ponto de entrada.

Energias do Brasil (ENBR3): está adaptando sua matriz para focar em transmissão, em que a remuneração é mais estável. O papel está relativamente descontado, sobretudo quanto a EV/Ebitda e Price/Cash Flow. Gostamos de suas distribuidoras em São Paulo e no Espírito Santo e acreditamos que existe maior capacidade de geração de valor por parte destas.

Cyrela (CYRE3): somado aos juros mais baixos, a demanda brasileira por imóveis vem aumentando. Com isso, a empresa pretende continuar gerando caixa, permanecer desalavancada e adquirir terrenos de forma gradual e criteriosa.

Iguatemi (IGTA3): é nossa favorita do setor de shoppings. Por mais que a companhia não passe por um momento operacional excepcional, vem com projeto de marketplace buscando alavancar receitas, e esse processo pode funcionar em caso de retomada da economia.

Este artigo foi publicado primeiro no site https://https://exame.abril.com.br/

Autor: Unick Forex

Unick Forex agora é um site para você que procura um bom conteúdo relacionado ao mercado financeiro, como ganhar dinheiro, quais as notícias relacionadas a investimentos. Para você que quer investir em criptomoedas postaremos aqui vários assuntos sobre o Bitcoin e como investir em bitcoin. Postaremos também muitas novidades de empresas de Marketing Multinível (MMN) com a melhor oportunidade do mercado para que você possa ganhar dinheiro online e em sua cidade. Caso você queira ser um TRADER e ganhar dinheiro no mercado financeiro, postaremos aqui muitos assuntos relacionados ao FOREX, OPÇÕES BINÁRIAS e ARBITRAGEM. Enfim, um site completo para você que procura notícias sobre investimento, mercado digital, marketing digital, ganhar dinheiro online, sobre ações, oportunidade de negócios e muito mais você terá no site Unick Forex. Visite nosso website: https://unickforex.travel.blog/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.